Sobre a Biblioteca

A Biblioteca da Universidade de Macau moveu-se para o actual edifício da “Biblioteca Wu Yee Sun da Universidade de Macau” em Julho de 2014. Estando na linha da frente e ocupando uma localização muito central no novo campus, e rodeada por um lago artificial e um rio artificial, a Biblioteca é o marco de todo o campus. A entrada principal, virada para a Praça da Biblioteca, liga-se ao Edifício Central e às Faculdades através de corredores e pontes. A Biblioteca WYS é um edifício magnifico de 8 andares com duas alas mais baixas nos lados. O tamanho da nova biblioteca é de cerca de 30.000 metros quadrados e projecta-se que venha a conter um milhão de volumes de livros e revistas, e fornecer cerca de 3.000 assentos. A Biblioteca foi desenhada pelo Professor He Jingtang (何鏡堂教授), académico da Academia Chinesa de Engenharia. Em linha com os princípios de design do campus da UM, combina as melhores características dos elementos culturais chineses e ocidentais no seu exterior. Olhando de fora, exala uma atmosfera de aprendizagem e espírito de academia, como qualquer grande biblioteca de universidade em qualquer lugar do mundo, e ao mesmo tempo, projecta calor e expressa as boas vindas aos seus visitantes.

O interior da Biblioteca tem um átrio com luz natural. Existe um jardim suspenso no segundo piso. A área do jardim suspenso está decorada com um grande número de plantas e flores, misturando elementos naturais na atmosfera de leitura. O salão de exposições suspenso de forma redonda, localizado no quinto piso, contrasta com a forma quadrada do átrio no rés-de-chão. Na tradição chinesa, este tipo de contraste é conhecido como「天圓地方」 (“céu redondo e terra quadrada”), representando o mundo. Isto também implica que a Biblioteca detém colecções compreensivas e em grande quantidade de todo o mundo.

Após 40 anos de desenvolvimento, a Biblioteca tornou-se na maior biblioteca em Macau. Neste momento, a Biblioteca tem uma colecção de mais de 12 milhões de peças/itens, incluindo cerca de 850.000 livros, 6.000 títulos de periódicos, 27.000 livros raros, 30.000 itens de materiais audiovisuais, 1.000 pinturas/antiguidades, 3.000 itens de colecções de arquivo e 5.000 rolos de microfilme. Com o desenvolvimento rápido dos serviços web, a Biblioteca adquiriu um grande número de recursos electrónicos, o que inclui cerca de 260 bases de dados electrónicas, 800.000 e-books, 13.000.000 teses electrónicas, 2.000 títulos de jornais electrónicos e 140.000 títulos de revistas electrónicas.

A Biblioteca continua a integrar o uso de tecnologias inovadoras em serviços de biblioteca tradicionais, e a aplicar conceitos pioneiros e inovadores nas suas funções. Actualmente, a Biblioteca está a usar um sistema UHF para gerir as suas colecções de livros. Além disso, os livros não estão simplesmente arrumados de acordo com o esquema de classificação. Em vez disso, estão agrupados e arrumados em conjunto por tema. Isto facilita um melhor uso das colecções e faz delas mais fáceis de utilizar pelos leitores.

A Biblioteca também encoraja e enfatiza a discussão, partilha e interacção entre estudantes. Com fácil acessibilidade de informação na internet, as bibliotecas dos dias de hoje têm de se tornar em lugares de aprendizagem colaborativa e interacção entre os seus leitores. Para chegar a este objectivo, a Biblioteca fornece um grande número de salas de trabalho de grupo, instaladas com equipamento de última geração. Além disso, haverá ainda espaços para discussão informal e espaço de interacção espalhados pela Biblioteca para os estudantes socializarem, interagirem e aprenderem entre si.

Porém, a Biblioteca também tem de suprir as necessidades dos outros leitores que podem preferir estudo individual e, por isso, um ambiente mais silencioso. Face a esta situação, a Biblioteca está dividida em várias zonas distintas para dar conta dos diferentes requisites dos seus utilizadores. Algumas partes da Biblioteca estão designadas como zona silenciosa, onde estudo sério e académico pode ser levado a cabo. E algumas partes da Biblioteca foram feitas em zonas semi-silenciosas, onde os estudantes podem estudar com os seus amigos e gerar alguma discussão, enquanto outros leitores simplesmente encaram o ruído daí decorrente como ruído de fundo.

Para apoiar o desenvolvimento geral do ensino, aprendizagem e investigação da universidade, e em conformidade com a tendência de desenvolvimento do ensino superior na importância de aprendizagem colaborativa, a Biblioteca está desenhada com um conceito novo e aberto, pretendendo permitir aos professores e estudantes experienciar uma nova forma de aprendizagem e aquisição de informação. As funções de cada piso da Biblioteca são as seguintes:

  • No rés-de-chão: o Espaço Comum de Informações, a Área de Periódicos, o Salão de Exposições e o Auditório. O Espaço Comum de Informações fornece serviços de balcão único de informação e tem uma área de cerca de 600 metros quadrados, a qual é uma das maiores do seu tipo em Macau. A Área de Periódicos tem uma área de 360 metros quadrados e é uma área de self-service que disponibiliza leitura de jornais, leitura de periódicos, leitura e empréstimo de manuais dos professores/estuantes.
  • O primeiro piso é a Área das Colecções Especiais. A Sala da Colecção de Livros Raros, o Cantinho de Macau, as colecções especiais de prateleiras abertas, a Sala de Microfilme, A Colecção de Académicos da UM, o Canto de Livros de Imagens, o Canto de Manuscritos e a Sala de Leitura de Colecções Especiais localizam-se todos neste piso. Algumas colecções especiais são a Colecção sobre Macau, a Colecção de Séries de Livros, as Teses da UM, Livros de Referência, a Colecção de Organizações Internacionais, Trabalhos Gerais (A), etc. Os livros raros chineses e ocidentais guardados na Sala da Colecção de Livros Raros foram sobretudo doados pelo Sr. Ho Yin (何賢先生), Prof. Chan Kwan-po (陳君葆教授) e pelo Sr. Chan Wai Hang (陳煒恆先生), etc.
  • As pilhas de livros gerais têm uma colecção de cerca de 700.000 livros e estão localizadas no segundo ao quarto piso. Os livros estão organizados e agrupados por tema. As colecções gerais estão agora categorizadas em seis zonas temáticas, sendo estas:
    • Zona A do 2.º piso: Filosofia, Religião, Psicologia, Educação e Artes (B, L-N)
    • Zona C do 2.º piso: Línguas e Literatura (P-PZ)
    • Zona A do 3.º piso: Ciência e Ciências Médicas (Q-V)
    • Zona C do 3.º piso: História e Geografia (C-G)
    • Zona A do 4.º piso: Gestão de Empresas (H-HG)
    • Zona C do 4.º piso: Direito e Administração Pública (HJ-HX, J-K)
  • O quinto piso tem bibliografias, livros de biblioteconomia (Z), edições anteriores de periódicos e jornais, etc.
  • O sexto piso é o escritório da biblioteca.