Aliança Bibliotecária Académica entre a Região Administrativa Especial de Macau (China) e os Países de Língua Portuguesa

Sobre a aliança

Por iniciativa da Universidade de Macau (UM) em 2021, esta criou, com instituições de ensino superior dos países de língua portuguesa e do Interior da China, respectivamente, a “Aliança Bibliotecária Académica entre a Região Administrativa Especial de Macau (China) e os Países de Língua Portuguesa” e a “Aliança Bibliotecária Académica para Recursos em Língua Portuguesa entre a Região Administrativa Especial de Macau e o Interior da China”.

Enquanto uma universidade pública holística de Macau, a UM tem vindo a apostar na promoção do ensino da língua portuguesa. Em 2021, ano que marcou o 40.º aniversário da sua fundação, a UM propõe a criação das duas alianças acima referidas, com vista a responder à estratégia da RAEM em relação à construção da ponte de cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa. A criação das alianças não só reúne e fomenta a compartilha dos recursos abundantes de instituições de ensino superior da China e do exterior, nas áreas do ensino das línguas chinesa e portuguesa e da investigação, como também promove o desenvolvimento do ensino, aprendizagem e investigação em chinês e em português, facilitando, ao mesmo tempo, a formação de quadros bilingues chinês-português de alta qualidade.

Além disso, a criação dessas duas alianças irá também promover a compartilha de recursos académicos entre as suas bibliotecas-membros, sobretudo nos domínios de ensino e de investigação, aprofundando, simultaneamente, a respectiva cooperação na área de educação. Através da realização do intercâmbio e cooperação académicos baseados na utilização e produção conjuntas de recursos bibliotecários em português, as alianças darão os seus contributos para a cooperação no domínio do ensino superior a nível internacional.

Projectos de cooperação

1. Promover a utilização conjunta dos recursos e informações entre as bibliotecas dos membros da Aliança para prestar apoio e colaborar nos domínios do ensino, da aprendizagem e da investigação académica;
2. Criar um mecanismo para os serviços de empréstimo inter-bibliotecário e de transmissão de documentação;
3. Estabelecer um catálogo e um mecanismo de intercâmbio de livros e documentação;
4. Elevar o nível académico e a qualidade dos serviços das bibliotecas-membros, melhorando as competências profissionais do pessoal que exerce funções nas bibliotecas;
5. Promover a realização conjunta de eventos, acções de formação e intercâmbio entre os profissionais que exercem funções nas bibliotecas;
6. Fomentar actividades de intercâmbio entre as bibliotecas-membros.